Equipamento que possibilita o uso da energia solar em locais sem acesso à rede elétrica é lançado no Brasil.

Na última segunda feira, dia 6, teve lançamento no Brasil o chamado PIVÔ CENTRAL com a promessa de ampliar as áreas irrigadas e chegando a campos que não possuem acesso à rede elétrica. 

Um piloto foi implantado em Minas Gerais, com a instalação de uma usina fotovoltaica exclusiva, com potência de 128 kWp. Nessas condições, o sistema alimenta um pivô capaz de irrigar 96,4 hectares por uma média de 6 a 8 horas por dia. 

Após um mês de testes, a solução será disponibilizada ao mercado nas próximas semanas em todo o mundo. 

De acordo com os fabricantes, o pivô pode ser utilizado em locais onde a logística de diesel é escassa e cara, já que a conjugação com outras fontes de energia alternativas pode ser uma boa opção para permitir a constância da irrigação, principalmente para dias nublados.
Considerando o uso durante o ano inteiro, o retorno do investimento inicial é calculado em cerca de dois anos. 

“Com essa novidade, estamos garantindo que a irrigação de precisão com energia limpa e barata esteja disponível para todas as áreas. Mesmo aquelas mais remotas”, afirma o diretor de desenvolvimento de rede e marketing da Valmont no Brasil, Jonas Proença.

 Fonte